Dia Mundial de Combate ao Fumo

Dia Mundial Sem Tabaco: veja algumas dicas para abandonar o cigarro

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epidemia global do tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas a cada ano. Desse total, mais de 6 milhões correspondem a fumantes regulares de tabaco, enquanto que cerca de 890 mil correspondem a fumantes passivos, que estiveram expostos à fumaça do cigarro.

O tabagismo é, reconhecidamente, uma doença crônica e um fator de risco para cerca de 50 doenças, entre elas o câncer, a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e as doenças cardiovasculares.

Entre as mais de quatro mil substâncias presentes no cigarro, a nicotina é considerada a principal responsável pelo vício e a grande vilã nessa guerra. De acordo com especialistas, ao ser inalada, a substância é absorvida pelo pulmão, entra na corrente sanguínea e chega ao cérebro, gerando sensações de prazer. Tudo isso acontece em questões de segundos.

Mas, com força de vontade é possível abandonar o vício e preservar a saúde. Veja a seguir algumas dicas para se livrar do cigarro de forma saudável.

 

Dicas para abandonar o cigarro

 – Quem fuma geralmente associa o cigarro ao prazer e bem-estar. Para quebrar esse padrão, a pausa no trabalho e a cerveja no bar com os amigos, por exemplo, não devem ser entendidas como “a hora de fumar”. No início, o fumante deve procurar fumar sozinho e, de preferência, de uma maneira que lhe cause uma sensação de desconforto, como em pé, na área de serviço;

Um dos maiores problemas causados pelo cigarro é a indisposição. No entanto, o exercício físico proporciona as mesmas sensações de prazer que o cigarro. Por isso é importante ter o hábito de se exercitar todos os dias, por no mínimo 30 minutos, para ajudar na qualidade de vida e na diminuição da dependência do cigarro. Na pausa do trabalho, por exemplo, se houver vontade de fumar, recomenda-se fazer uma caminhada, olhar as redes sociais, tomar água ou conversar com os colegas para que o cigarro fique de lado;

– Muitos pensam que parar de fumar é um exercício “da noite para o dia”, mas é algo muito mais complexo. Especialistas recomendam que o processo de suspensão do tabagismo seja feito gradualmente, diminuindo o número de cigarros em 25% a 30% a cada sete dias, para não provocar crises de abstinência e mau humor;

– Ingerir bebidas alcoólicas desencadeia uma série de processos químicos que aumentam a vontade de fumar. Portanto, evite o álcool durante o processo de suspensão do cigarro;

– O tabagismo é uma doença crônica, por isso caso você não consiga parar de fumar sozinho, procure um médico para realizar um tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *